Formação • Notícias

Por que Deus escolheu São José para ser o pai adotivo de Jesus?

Por que Deus escolheu São José para ser o pai adotivo de Jesus?
Realmente não poderia ser outro o escolhido!
São José foi escolhido por Deus para ser o pai adotivo de Jesus. E podemos entender o porquê dessa escolha se olharmos atentamente a Bíblia.

O evangelho de São Mateus narra que, ainda sem entender os acontecimentos e a gravidez de Maria, José pensou em abandoná-la. Porém um anjo apareceu-lhe em sonho e disse:

“José, filho de Davi, não temas receber Maria por esposa, pois o que nela foi concebido vem do Espírito Santo. Ela dará à luz um filho a quem porás o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos seus pecados” (Mateus 1, 20-21).
A partir deste momento, São José assumiu a responsabilidade de cuidar de Jesus e também de Maria. E Deus não o abandonou nesta missão.

São José e o anjo
O anjo novamente apareceu em sonho dizendo que ele deveria fugir para o Egito, levando o menino e sua mãe. Só retornaram de lá quando foi avisado pelo anjo (Mateus 2, 13-23).

Quando Jesus tinha 12 anos, seus pais foram à Jerusalém para a festa da Páscoa, como era o costume. No caminho de volta, não encontraram o menino e juntos retornaram a Jerusalém. Aí, o encontraram no templo (Lucas 2, 41-52).

A partir desta passagem, não temos mais citações sobre São José nos evangelhos.

Homem justo e temente a Deus
Mas o que temos nos mostra uma pessoa justa, temente a Deus e que abraçou sua missão.
Não há registro de uma palavra sequer que tenha sido dita por ele nos evangelhos. Entretanto, seu exemplo de fé é de entrega à vontade de Deus nos ensina muito.

Por exemplo: ele exerceu a função de carpinteiro e mostrou a dignidade do trabalho. Entregou-se totalmente ao plano de Deus e é o protetor das famílias e patrono da Igreja.

Portanto, que a exemplo de São José possamos ser dóceis à Palavra e à vontade de Deus.

São José, rogai por nós!

Fonte: Aleteia