Uma palavra do pároco

Uma palavra do pároco

Que sentido podemos dar a nossa Páscoa?

Como sabemos, o sentido da palavra “Páscoa” na sua origem hebraica, é de passagem…
Para os antigos, era uma festa de pastores que se transferiam de um lugar para outro, procurando o melhor e realizavam uma festa, oferecendo a Deus as primícias. No livro do Êxodo (capítulo 12), encontramos o significado da passagem da escravidão do Egito para a liberdade. Aqui também se oferece um sacrifício de louvor a Deus: um cordeiro primogênito.
Jesus traz um novo sentido, mais profundo e definitivo, com sua oferta de amor extremo (Jo13): a passagem da morte para a Vida verdadeira, a Ressurreição. E Ele preparou tudo com indicações muito claras durante a Sua vida. Passou pelo mundo “fazendo o bem” a todos, se alimentando da intimidade com Deus Pai nos momentos de oração, restituindo a dignidade de todos os que encontrava (doentes de corpo e de alma), porque, Ele disse, “VÓS SOIS TODOS IRMÃOS” (Mt 23, 8).
Tentemos então contemplar e imitar Jesus na vida do dia-a-dia, com a coerência e consciência de quem, como Ele, pode viver a Páscoa, a passagem, de situações de morte e violência para realidades plenas de Vida, perdão, paz e fraternidade verdadeiras. Isso nos iluminará na relação nas nossas comunidades, nas famílias, na atenção aos jovens e aos irmãos mais pobres.
Feliz Passagem a todos e a cada um!
Jesus vivo no meio de nós nos ilumine.
Um abraço forte e de bênçãos!

Pe. Luís Carlos