3 maneiras diferentes de rezar com seus filhos antes de dormir

3 maneiras diferentes de rezar com seus filhos antes de dormir

3 maneiras diferentes de rezar com seus filhos antes de dormir
Tente na sua casa, vai ser bom para você e para as crianças!
As orações da noite fazem parte do cotidiano em muitos lares. A maioria de nós cresceu rezando na hora de dormir e, qualquer que fosse a fórmula, elas geralmente eram bastante rotineiras.
Eu não sou o tipo de pessoa que encontra conforto na rotina – eu fico entediada rapidamente e gosto de adicionar variedades. Por isso, à medida que meus filhos foram crescendo, nossas orações na hora de dormir também foram evoluindo. Eventualmente, porém, elas se tornaram longas e impraticáveis para crianças. Então, eu finalmente decidi adotar três maneiras diferentes de rezar com meus filhos antes de dormir. Veja:
1- A BÊNÇÃO
Era com uma bênção que as orações da noite de quando eu era criança começavam e terminavam. Meus pais sempre oravam conosco, então, antes de saírem de nossos quartos, eles nos davam a bênção, que pode ser encontrada no livro de Números 6, 23-27. E essa é uma tradição que eu passei para meus filhos. Todas as noites nós rezamos:

“O Senhor te abençoe e te guarde!

O Senhor te mostre a sua face e conceda-te sua graça!

O Senhor volva o seu rosto para ti e te dê a paz!”
Este é um item básico da noite – nunca o omitimos e, dessa forma, se tornou um sinal para as crianças de que “está na hora de dormir”. Elas sabem que a bênção significa “boa noite”, de verdade. Ao mesmo tempo, ter estabelecido esta oração como a bênção final da noite foi incrivelmente útil para quando eu estou com pouco tempo. Nessas noites, eu dispenso todos os outros rituais da hora de dormir (histórias, canções, orações mais longas), dou-lhes a bênção e digo boa noite.
2- A ORAÇÃO DOS 3 G’S
Há alguns anos, meu pai me disse que tinha lido um estudo sobre pessoas que escreviam três coisas pelas quais eram agradecidas todas as noites antes de irem para a cama. Um ano depois, essas pessoas eram mensuravelmente mais felizes em todas as áreas do que outros grupos, cujas vidas tinham melhorado financeiramente. E ainda mais surpreendentemente: o grupo de gratidão tinha benefícios de saúde mensuráveis, apesar de os seus integrantes não terem feito mudanças no estilo de vida ou na dieta.

Naquele dia, eu decidi escrever as três coisas pelas quais eu era grata. Alerta de spoiler: isso durou menos de duas semanas e não mudou em nada a minha vida. Mas eu não esqueci o estudo nem as lições que aprendi da maneira mais difícil sobre como a miséria agrava a miséria. Então, quando meus filhos estão se sentindo tristes ou, mais comumente, sentindo-se ressentidos, dizemos a oração dos “3Gs” antes de dormir. Cada um de nós agradece a Deus por três coisas pelas quais somos gratos. Não há limites, por isso enquanto alguns dos meus filhos escolhem um acontecimento do dia para agradecer, outros escolhem as mesmas 3 coisas todas as vezes. Mas está tudo bem! O ponto não é tentar forçá-los a receber gratidão, é oferecer a eles uma oportunidade para encontrar gratidão dentro de si mesmos e ter a certeza de que tudo vem de uma fonte inesgotável de bênçãos: Cristo.
3- JESUS, TOME A DIREÇÃO
Esta é a oração que fazemos quando estamos lutando com algo com o qual não sabemos lidar. Pode ser uma briga com um amigo ou a perda de um membro da família. É mais do que apenas um pedido de ajuda: encorajo meus filhos a falar com Jesus como eles falam comigo, explicar a situação, como eles se sentem a respeito e pedir a Ele que os ajude a descobrir o que fazer ou apenas o que sentir. Tudo bem se não há nada que eles possam fazer. É especialmente útil em situações que parecem fora de controle, porque mostra aos meus filhos que há mais alguém lá – alguém que os ama ainda mais do que eu e que sempre cuidará deles.

Criar filhos não é para os fracos de coração. É o trabalho mais difícil do mundo, porque nossos corações e almas estão ligados a essas pessoinhas. Só por essa razão, não é só uma boa ideia terminar cada dia em oração; isso é vital, tanto para o bem-estar espiritual de seus filhos quanto para o seu.

Fonte: Aleteia